15 março 2010

Dot-com começaram há 25 anos, bolha estourou há dez. E agora?

O primeiro registo de um nome de domínio na Internet .com ocorreu a 15 de Março de 1985 pela desaparecida fabricante de computadores Symbolics. Seguiu-se a BBN em Abril, Think.com em Maio, MCC em Julho, DEC e Northrop até Dezembro. O mundo da Internet nunca mais foi o mesmo.
1985 foi um ano interessante. Surgiu o interdisciplinar Media Lab do Instituto de Tecnologia de Massachussets (MIT), a Microsoft lançou a versão 1 do Windows e apareceu a primeira consola da Nintendo que dinamizou uma geração para a interactividade.
O primeiro site Web surge mais tarde, em 1990, no laboratório europeu de física das partículas (CERN), em info.cern.ch. O primeiro motor de busca digno desse nome – perante os indexadores de páginas - foi o WebCrawler em 1994.
Há 15 anos, a Amazon começou a vender livros pela Web e surgiu a AuctionWeb, depois reconhecida por eBay, abreviação do Echo Bay Technology Group porque o endereço echobay.com já estava ocupado.
O sucesso de algumas propostas online, até Março de 2000, levou as dot-com a um frenesim e Portugal não passou ao lado de projectos especulativos ou sustentados, alguns dos quais perduram.
A 10 de Março, dia que é recordado como o início do fim das dot-com, o Nasdaq (bolsa norte-americana de empresas tecnológicas) atingiu o seu valor mais alto de sempre, após o que surgiram os primeiros sinais de que algo corria mal.
Na apresentação dos resultados anuais, várias dot-com não cumpriram as expectativas e o retorno esperado por quem as financiava (investidores e empresas de capital de risco). Foi o “estouro” da bolha dot-com que permitiu uma selecção natural das melhores e o aparecimento de negócios inovadores sustentáveis. Por exemplo, nesse ano, a Google - criada dois anos antes - apenas lucrava 19 milhões de dólares e consegue hoje 24 mil milhões.
Claro que os utilizadores online aumentaram (de 360 milhões de utilizadores para os actuais 1500 milhões), bem como a largura de banda, e a generalização do acesso à Internet agilizou o aparecimento de negócios que antes eram de difícil sustentação. O MySpace apareceu em Agosto de 2003, o Facebook em Fevereiro de 2004, o primeiro vídeo no YouTube é de Abril de 2005, a primeira mensagem no Twitter foi colocada em Março de 2006.
São todos serviços da chamada Web 2.0 e, agora que o capital de risco nas novas empresas tecnológicas aumentou em 40% do terceiro para o último trimestre de 2009, segundo a consultora ChubbyBrain, antecipa-se que se possa estar perante um crash 2.0.
“Nada mudou”, afirma Mark Cuban, CEO da falhada Broadcast.com e empresário no desporto e cinema. Ao diário inglês Guardian, explicou ontem que “em 2000 foram as acções da Internet. Alguns anos depois foi o imobiliário e os empréstimos. Daqui a cinco anos será outra coisa qualquer. Vivemos por bolhas” nos Estados Unidos e a da Internet “foi apenas um exemplo das muitas que já aconteceram”.

Mais info:
Happy 25th Birthday, dot.com!
First Internet .com Celebrates 25th Anniversary Today
Dotcom celebrates 25th anniversary: first 10 websites
Internet Domain Name Turns 25
Dotcom web address celebrates silver anniversary
25 years of .com domain names
Dot-com marks 25th anniversary

Sem comentários:

Enviar um comentário