03 março 2013

Aí vamos nós, novamente: Portugal, Hollywood e (agora) Bollywood

Secretário de Estado da Cultura quer “Bollywood” em Portugal: quer levar a produção cinematográfica da Índia para Portugal e que a produção de cinema nacional só é possível se for captado investimento estrangeiro.  

Um pouco de história:  
2001
Cascais aprova alteração do PDM para prosseguir com Cidade do Cinema: Este empreendimento vai ser construído na Areia, numa encomenda do consórcio formado pela PT Multimédia, Luso American Multimedia of Portugal e A. Santo S.A.. A Cidade do Cinema deverá empregar dez mil pessoas e movimentar um volume de negócios, no final de três anos, de cerca de 160 milhões de contos (798 milhões de euros).  

2005
Cidade do Cinema acende disputa: luso-americano - maior accionista da CDMInteractive, Inc. - ainda não optou entre a paisagem idílica de Sintra e o ambiente pós-industrial da Quimiparque. Aguarda que os novos executivos municipais tomem posse, até porque as eleições do passado domingo ditaram novas cores políticas no Barreiro.  

2006
Algarve quer ser a Hollywood local: O Algarve pode vir a tornar-se numa espécie de "Hollywood à portuguesa" ao abrigo da Algarve Film Commission (AFC), estrutura apresentada oficialmente anteontem e cujo objectivo é promover a região como destino para produções cinematográficas. O actor Joaquim de Almeida ocupa o cargo de presidente da assembleia-geral da associação.  

2007
Baixo Alentejo quer transformar-se em "Hollywood Europeia": confrontado com o interesse de outros concelhos portugueses em receber o projecto "Cidade do Cinema", como Cascais, Montijo e Barreiro, António Pereira Dias voltou a frisar que "a ideia de uma 'Cidade Cinema' já não faz sentido" e que "os produtores de cinema não procuram cidades, mas sim regiões".
"O que é que Cascais, Montijo e Barreiro têm para oferecerem termos de paisagens exteriores?", questionou Nicolau Breyner, rematando: "Acham que será possível rodar filmes como o "Gladiador", "A Queda do Império Romano" ou o "Alexandre, o Grande" no Barreiro, com catenárias e fábricas por toda a parte? Por amor de Deus".

Nova “Cidade do Cinema” será candidata a PIN: pode levar a um investimento de 400 milhões de euros. 2008

300 milhões para construir Cidade do Cinema na margem Sul: Um projecto de cerca de 300 milhões de euros, liderado pelo emigrante na Califórnia Carlos De Mattos, e que deverá criar 4000 postos de trabalho directos.

Cidade do Cinema: Barreiro é opção: «Estamos na recta final e contamos ainda durante o Verão formalizar a presentação do projecto ao Governo, com quem temos tido muitos contactos. 2009 deverá ser um ano de arranque da construção»  

2009
«Hollywood» de Portimão vai ser apresentada no sábado: Este centro de produção ficará situado no futuro parque de conteúdos de Portimão, denominado «Media Park Portimão», cuja apresentação também decorre este sábado. A sua localização, as principais valências e os incentivos à implementação serão alguns dos aspectos a divulgar na cerimónia. Por enquanto, pode espreitar mais sobre a «Hollywood» de Portimão em http://www.pictureportugal.com.

Hollywood do Algarve à vista em 2011: A primeira fase do complexo de estúdios de cinema, em Portimão, vai estar concluída em Fevereiro de 2011.

Onze produções de Hollywood vão ser filmadas no Algarve: O Algarve está a transforma-se no berço de um complexo de estúdios de cinema que pretende colocar a região no mapa das produções de Hollywood e que poderá alterar a lógica de funcionamento do sector em Portugal

Portimão mais perto de Hollywood: convidados focaram aspectos tão importantes como a desburocratização de procedimentos, as facilidades fiscais, o turismo cinematográfico, ou a pós-produção e a abertura a pequenas produtoras, entre outros temas.

 «Cidade do cinema» de Portimão será investimento de 3 mil milhões de euros: Projecto global representa 7000 postos de trabalho a longo prazo (...) 2 estúdios a funcionar já em 2010

Ambiente questionado sobre cidade do cinema: Media Capital quer construir em terrenos preotegidos na Tapada da Mercês, em Sintra (...) A sociedade proprietária - de vários promotores imobiliários, entre os quais um dos principais urbanizadores da Tapada das Mercês - aceita vender pelo "valor simbólico" de mil euros os 50 hectares para o centro de produção do grupo proprietário da TVI. O projecto visa a construção de até 12 estúdios de produção e de seis cidades cenográficas, em terrenos protegidos e por isso dependentes do reconhecimento de Potencial Interesse Nacional (PIN).  

2011
Cidade do Cinema já custou 712 mil€: A Cidade do Cinema em Portimão, cujo investimento previsto é de três mil milhões de euros, está prometida desde 2009. No entanto, até agora o projecto continua no papel, mas o dinheiro já começou a sair dos cofres da empresa municipal Portimão Urbis. Em dois anos, desde 2009 até Abril de 2011, a autarquia já gastou mais de 712 mil euros, a maior parte em serviços de consultadoria e estudos.  

E assim, em 2013, nos viramos para Bollywood... Um verdadeiro filme.

Sem comentários:

Enviar um comentário