06 dezembro 2014

Paulo Teixeira Pinto sabe do que fala quando fala da arte digital?

"Este será o primeiro centro de arte digital do mundo com existência física", disse Paulo Teixeira Pinto (PTP) à revista Sábado desta semana. O projecto em Tavira "está agora à espera de financiamento comunitário", e "a obra estará concluída em 2016 e custará cerca de 1 milhão de euros".

PTP sabe do que fala, está a tentar arranjar financiamento nacional junto de ignorantes ou qual é o objectivo destas declarações?

Linz - que foi nomeada esta semana como "UNESCO City of Media Arts" - tem há muitos anos um festival de artes electrónicas e um museu, que entretanto evoluiu para ser o Ars Electronica Center.

O AEC - e nem procurei outros, porque o mundo é muito grande... - "opened its doors on January 2, 2009 after roughly two years of construction work and an approximate cost of 30 million Euros".

Sem comentários:

Enviar um comentário