25 agosto 2015

JMT, o fisco e o jornalismo

João Miguel Tavares (JMT) teve problemas com o fisco e resolveu relatá-los no jornal Público, explicando como a Autoridade Tributária (AT) agora se presta à "crítica literária".

Como ele, milhares de pessoas devem passar pelas mesmas agruras da vida, sem a mesma possibilidade de defesa noticiosa.

JMT resolveu revelá-las em texto num jornal onde assina como jornalista - apesar de declarar ser autor à AT.

O que é estranho é esquecer que, segundo o Código Deontológico, "o jornalista não deve valer-se da sua condição profissional para noticiar assuntos em que tenha interesse".

Não é único, não é pioneiro e não será o último. Mas continuo a achar que não se faz. É a minha opinião.

Dito isto, repito o que já disse: É o fisco uma nova PIDE?

Actualização, com novos casos de jornalistas a falarem de casos pessoaisAtribulações de uma cliente em estado crítico


Sem comentários:

Enviar um comentário