27 janeiro 2005

ECOPOL

Porque continuo a ler o blogue dos milhões e a evitar a crónica de Daniel Oliveira no Expresso onde ele não declara os seus conflitos de interesse (ser assessor do Bloco de Esquerda):
"O que nos leva ao quarto aspecto revelado pelo incidente da semana passada: o unanimismo do Bloco. Perante a sociedade, o Bloco gosta de se apresentar como um partido democrático e transparente ? por oposição às redes de caciques e clientes que são os partidos do mainstream. Mas, na verdade, nós sabemos muito pouco acerca da vida interna do Bloco. Preguiça dos nossos jornalistas? Falta de sentido crítico? Talvez uma mistura das duas coisas. Por muito que a sua pequenez seja invocada como argumento, não deixa de ser estranho que nunca venham a público notícias de dissidências internas no Bloco. Nunca se vêem artigos de jornal desafiando a linha oficial, zangas, tomadas de posição divergentes ? enfim, a conflitualidade típica de qualquer organização plural e aberta. Mais do que um partido, o Bloco é uma seita de fiéis". [e que sabe usar os blogues e os jornais para a sua actividade política como poucos...]

Sem comentários:

Enviar um comentário