06 julho 2009

Fui suspenso - mas porquêeeeeeeee, Twitter?....


A minha conta no Twitter foi suspensa ontem. Porquê?

Primeiro julguei ser isto: "If your updates consist mainly of links, and not personal updates". Era exagerado, qualquer alminha percebia isso, mas eu sei lá quem é o Twitter - em sentido inverso, ele sabe quem eu sou e até pode cancelar-me a actividade tuística sem consulta prévia...

Depois, apareceu o Mikeyy na minha "timeline", sem razão justificada para um artigo de Abril. Pensei: já me lixei. Mas nada, não foi dali. Verifiquei.

Entretanto, fui ver o "status do Twitter" e recomendava-se. Também dei uma vista de olhos pelo blogue e nada de mais. Estranho era terem-me cancelado a continha, a mim, com tantos infractores à mão, que eu bem os vejo nos followers.

Não me apetecia ficar sem uma conta com meses de interacções, hiperligações e umas pitadas de mensagens que me fazem falta (há backups para o Twitter, eu sei, mas como qualquer backup, há-de-se fazer por si...).

Nesta altura - passados alguns minutos - a paranóia instalou-se. É que não haviam razões óbvias para me suspenderem (isso não acontece desde a 4ª classe, pelo menos, e nessa altura a culpa era das ambulâncias - mas é outra história).

A única acção recente fora do normal foi a mudança do fundo de ecrã (já repararam? Vão, vão ver, eu espero... Está bem melhor, hã?). Será possível que os cavalheiros do Twitter não tenham gostado?

Em pânico, procurei um sinal, vasculhei o ecrã e, ups, lá estava ele. Não um, nem dois mas três! Três sinais!!! Então, foi tão óbvio.

Naquele momento, os números das acções que dependiam de mim estavam como agora vos apresento:
184 Following
879 Followers
7,648 updates

Perceberam? É tão simples de entender quando se vê a luz ao fundo do Twitter (é mais para o canto superior direito mas serve). E o que detectei eu? Façam as contas:

1+8+4=13=1+3=4

8+7+9=24=2+4=6

7+6+4+8=25=2+5=7

É tão cristalino, não é?

Alguém no Twitter anda a brincar com a numerologia e cancela contas quando elas chegam a um determinado patamar, a uma combinação própria e desconhecida dos leigos.

No meu caso, como atrás ficou provado, foi no número das actualizações: a sequência 4-6-7 está invertida nos primeiros três algarismos desses "updates". O último 8 aponta o único número que se repete nas contas anteriores, das pessoas que sigo ou nas que me lêem.

O que quer isto dizer? Não sei mas há obviamente uma ligação nisto tudo, tão forte que me assustei e escrevi um mail ao Twitter.

Nestes casos, o ponto de contacto - após se penar muito para perceber como se lá chega e funciona - é no ZenDesk. "We're here to help", é a declaração de intenções.

A ajuda vem num formulário para inscrever a queixa. "Fui cancelado, seus cabrões!" funciona porque o que eles realmente querem é o nome da conta - @contrafactos, no meu caso.

Mal o registo é feito no formulário, é gerado e registado um número de pedido (sempre os números...). Verifiquei que o meu era o #411662. Splash!! *+ºx%&!! Somem os três primeiros números, associem-no aos dois seguintes e vão perceber a minha preocupação (o último 2 é só para disfarçar).

Estou eu nestas andanças quando me chega não um, nem dois mas três emails do Twitter. Leram bem: três. Novamente. Splash!! *+ºx%&!!

Pediam para fazer tudo o que já tinha feito e, basicamente, me deixar estar sossegadinho porque estas "cancelas" de contas podem demorar até 30 dias a resolver! (repararam concerteza no três do 30? Claro...)

Nesse momento, uma sensação de alívio trespassou-me. O Twitter tinha acabado, para mim!! O fim! Para mim, o fim! The end. O regresso à calma do blogue. O Fluxo tinha-me expulso, sem apelo. Em paz, aprestava-me a desligar o ecrã quando leio o último tuíte. Não o penúltimo mas o último.

"Breaking", sem dúvida. Li que "Twitter Suspending Accounts in Droves". Assisti ao amontoar rápido de mensagens, todas a dizer o mesmo: o Twitter está a cancelar contas, feito maluco; ninguém percebe porquê nem consegue confirmar mas retransmitam, sff.

Alguns estavam ainda no início da árdua caminhada, como me tinha sucedido, e apenas lhes dava para um "thinking why Twitter suspended my account :("

Why meee? Twitter, "What are you doing?"

Talvez o descalabro termine esta manhã. Talvez. Mas vou olhar para os números com atenção. O Twitter não me engana. Tenho de ir, tenho de abrir a porta da rua. Já bateram três vezes.

[act.: ver também The Ultimate Fail Whale, via O que acontece quando a conta do Twitter é suspensa]

4 comentários:

  1. Anónimo6/7/09

    os números não enganam! eheh. Bom post escrito em cima da emoção. Bem vindo de volta ao twitter Pedro. Sem ti aquilo para mim não tinha metade do interesse.
    vitorino

    ResponderEliminar
  2. Obrigado. Abraço. P

    ResponderEliminar
  3. Vês, Pedro? Vês como o Tweeter sucks? Vês como NÃO PODIAS, NUNCA NA TUA CALMA VIDINHA, fazer um post destes no Tweeter. Ah, pois, porque o Tweeter não é para posts, e tal e coisa, e tal... Pois, pois.
    Que fique registado: Tweeter suck, Blogs rulz!
    Ou melhor ainda, e recorrendo à numerologia: Tweeter, 0 - Blogs 1 (mas vezes TRÊS!!!)
    :-)

    ResponderEliminar
  4. António,
    claro que podia tuitar isto tudo mas não é esse o objectivo do Twitter, para mim. E só não tuitei algo porque fiquei sem conta, senão não teria escrito este "lençol" no blogue.
    Ou seja, o Twitter é mais ecológico: consome menos caracteres. O blogue serve também de backup do Twitter (o inverso também é verdade).

    ResponderEliminar